Foi tendo em conta o trabalho que a Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL) tem vindo a desenvolver no âmbito do Programa Eco-Escolas (recordamos que somos Eco-Escolas desde o ano letivo 2010/2011), que fomos escolhidas para integrar o conjunto de 35 instituições de ensino dos países participantes no projeto Interreg Sudoe ClimACT (ClimACT, Acting for the transition to a low carbon economy in schools – development of support tools), apresentado no passado mês de outubro de 2016, no Palácio Marqueses da Praia, em Loures.

Projeto Interreg Sudoe ClimACT

As instituições escolhidas farão parte da amostra deste projeto que pretende apoiar a transição para uma economia de baixo carbono nas escolas, sendo a ESTeSL uma das 9 instituições portuguesas e a única a nível de ensino superior.

Na reunião de apresentação estiveram presentes a Dra. Ana Sabino (Divisão de Gestão de Infra-Estruturas, Instalações e Equipamentos da ESTeSL) e a Prof.ª Ana Monteiro (Área Científica de Saúde Ambiental), membros do Conselho Eco-Escolas da ESTeSL.

O projeto ClimACT encontra-se alicerçado em quatro linhas de atuação, nomeadamente: (i) desenvolvimento de ferramentas de apoio à decisão que permitirão às escolas aumentar sua eficiência energética, através da gestão inteligente de recursos, energias renováveis e alteração de comportamentos; (ii) desenvolvimento de modelos de negócio e de novas estratégias de gestão energética para as escolas; (iii) desenvolvimento de ferramentas educacionais para a sensibilização em baixo carbono; e (iv) criação de uma rede temática/Living Lab na região SUDOE (Sudoeste Europeu) para promover a consciencialização e capacitação, tendo sido submetido ao programa Interreg SUDOE, que visa promover a cooperação transnacional para resolver problemas comuns às regiões do Sudoeste Europeu, estando entretanto aprovado e inserido no eixo prioritário “Economia de Baixo Teor de Carbono”.

A coordenação do projeto estará a cargo do Centro de Ciências e Tecnologias Nucleares (C2TN), unidade de investigação do Instituto Superior Técnico (IST), sendo o consórcio constituído por outras entidades europeias: o IST, o Instituto de Soldadura e Qualidade (ISQ), a  Edigreen e a Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), de Portugal; o Centro de Investigaciones Energéticas, Medioambientales y Tecnológicas (CIEMAT) e a Universidad de Sevilha, de Espanha; a Université de la Rochelle e a Ville de la Rochelle, de França; e a University of Gibraltar, do Reino Unido (Gibraltar).

Com uma duração de três anos, o projeto ClimACT será coordenado na ESTeSL pelo Prof. Vítor Manteigas (docente da área científica de Saúde Ambiental e coordenador do Programa Eco-Escolas na ESTeSL) e contará com o envolvimento de toda a comunidade académica.

Deixe um Comentário




Introduza o seu e-mail


Agosto 2017
S T Q Q S S D
« Jul    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias
Parceiros