Archive for the ‘Geral’ Category

Irá ter lugar amanhã, dia 2 de junho de 2017, uma ação organizada pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) e pelo município de Mafra que tem como objetivo formar, informar e agir no âmbito dos resíduos marinhos. Nesta ação, que terá a participação de mais de seis dezenas de pessoas, a maioria jovens provenientes de escolas integradas nas redes Eco-Escolas e Jovens Repórteres para o Ambiente, irão participar três estudantes e um docente da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL).

Ericeira, Reserva Mundial de Surf (© Ericeira Surf Clube)

Para além da limpeza das praias dos Pescadores e Algodio, os estudantes terão ainda a oportunidade de participar numa sessão dinamizada pela Associação Portuguesa de Lixo Marinho (APLM), assim como ficar a saber as razões que levaram à classificação da Ericeira como reserva mundial de surf, bem como o impacto e responsabilidade decorrentes desta distinção.

Os estudantes que irão participar nesta ação terão como missão a posterior realização de peças jornalísticas sobre os temas do dia, integrando-se esta atividade no projeto Litter Less Campaign desenvolvido por um conjunto de escolas que trabalham os Jovens Repórteres para o Ambiente e onde a ESTeSL se insere.

Estarão presentes, entre outros, os premiados no concurso nacional de reportagens Litter Less Campaign (ver ESTeSL representa Portugal no concurso internacional Litter Less Campaign).

A realização da atividade conta com o apoio do Ericeira Camping e da Casa Amarela – empreendimento recentemente galardoado com a “Green Key”. Este galardão, semelhante à Bandeira Verde Eco-Escolas, é um galardão internacional que promove o Turismo Sustentável em Portugal através do reconhecimento de estabelecimentos turísticos, alojamento local, parques de campismo e restaurantes que implementam boas práticas ambientais e sociais, que valorizam a gestão ambiental nos seus estabelecimentos e que promovem a Educação Ambiental para a Sustentabilidade.

Pontualmente, durante o dia de amanhã, iremos transmitir alguns momentos em video streaming na nossa página do Facebook.

Irá realizar-se nos próximos dias 20, 21 e 22 de janeiro de 2017, no Centro Cultural de Ílhavo, o Seminário Nacional Eco-Escolas 2017, com inscrições a preço reduzido até dia 12 de janeiro.

Seminário Nacional Eco-Escolas 2017Este evento, que se destina a professores coordenadores do Programa Eco-Escolas (e outros professores), técnicos de municípios envolvidos no Programa Eco-Escolas, assim como outros profissionais ligados à educação ambiental/para a sustentabilidade, tem como objetivos: (i) reunir os professores coordenadores do Programa Eco-Escolas e os técnicos dos municípios envolvidos na educação ambiental, por forma a incentivar a comunicação, possibilitar uma partilha de objetivos comuns e a troca de experiências; (ii) divulgar novos projetos e iniciativas relativas ao Eco-Escolas 2016/2017; (iii) fornecer informação específica relacionada com os temas do ano: alimentação saudável e sustentável, espaços exteriores, geodiversidade e floresta; (iv) fornecer informação científica e pedagógica relativamente aos temas de trabalho; (v) proporcionar a participação em ateliers de caráter prático conducentes a um enriquecimento de estratégias em educação ambiental; (vi) debater a metodologia e as estratégias do Programa Eco-Escolas; e (vii) favorecer a troca de experiências através da participação em Fóruns de Debate.

Nos dias 20 e 21 terão lugar os painéis temáticos, assim como os fóruns de discussão interpares (escolas com escolas e autarquias com autarquias) e ateliers práticos do tipo workshops. Este ano, um dos fóruns, momento onde será abordada a metodologia do Programa Eco-Escolas, será coordenado pelo professor Vítor Manteigas, coordenador Eco-Escolas na Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL). Um dos ateliers será dedicado ao projeto Interreg Sudoe ClimACT e contará com a participação de todos os Coordenadores Baixo Carbono, incluindo também o professor Vítor Manteigas (ver ESTeSL na “luta” pela transição para uma economia de baixo carbono (ClimACT) e Equipa portuguesa do projeto Interreg Sudoe ClimACT de visita à ESTeSL).

Estão ainda previstos alguns momentos de particular relevância, tais como a apresentação da Estratégia Nacional para a Educação Ambiental (ENEA 2020), da responsabilidade de João Pedro Fernandes, Ministro do Ambiente, assim como um debate que terá como mote a Educação Ambiental em Portugal –  Que Futuro?, com a presença garantida de Francisco Ferreira e Nuno Gomes Oliveira e que precede a apresentação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, por Carlos Alves.

Durante o evento serão apresentados a generalidade dos projetos e desafios desenvolvidos pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) para a rede Eco-Escolas, e onde a ESTeSL tem vindo a participar de forma relevante, nomeadamente no Eco-Repórter da Energia, no Concurso Eco-Código, na Geração Depositrão, no Jovens Repórteres para o Ambiente, BioDiversity4All, Global Action Days, entre muitos outros. No último dia do evento, dia 22 de janeiro, está agendada a visita a diferentes espaços de interesse na cidade de Ílhavo.

Irá realizar-se de 22 a 24 de janeiro de 2016, na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Leiria, em Leiria, o Seminário Nacional Eco-Escolas 2016.

Seminário Nacional Eco-Escolas 2016Este evento, que se destina a professores coordenadores do Programa Eco-Escolas (e outros professores), técnicos de municípios envolvidos no Programa Eco-Escolas, assim como outros profissionais ligados à educação ambiental/para a sustentabilidade, tem como objetivos: (i) reunir os professores coordenadores do Programa Eco-Escolas e os técnicos dos municípios envolvidos na educação ambiental, por forma a incentivar a comunicação, possibilitar uma partilha de objetivos comuns e a troca de experiências; (ii) divulgar novos projetos e iniciativas relativas ao Eco-Escolas 2015/2016; (iii) fornecer informação específica relacionada com os temas do ano: agricultura biológica, mar, mobilidade sustentável e alimentação saudável e sustentável; (iv) fornecer informação científica e pedagógica relativamente aos temas de trabalho; (v) proporcionar a participação em ateliers de caráter prático conducentes a um enriquecimento de estratégias em educação ambiental; (vi) debater a metodologia e as estratégias do Programa Eco-Escolas; e (vii) favorecer a troca de experiências através da participação em Fóruns de Debate.

Nos dias 22 e 23 terão lugar os painéis temáticos (Alimentação Saudável e Sustentável, Outros Projetos em EDS de Parceiros, Literacia Ambiental e Programa Eco-Escolas, Municípios. EDS em Municípios Parceiros e Boas Práticas em Eco-Escolas), assim como os fóruns de discussão inter-pares (escolas com escolas e autarquias com autarquias) e ateliers práticos do tipo workshops. Estão ainda previstas duas conferências, nomeadamente a “COP 21. Balanço Pós COP” proferida pelo professor Francisco Ferreira (FCT/UNL) e “Mar” da responsabilidade do professor Marco Lemos (ESTTM/IPL).

Durante o evento serão apresentados a generalidade dos projetos e desafios desenvolvidos pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) para a rede Eco-Escolas, e onde a ESTeSL tem vindo a participar de forma relevante, nomeadamente no Eco-Repórter da Energia, no Concurso Eco-Código, na Geração Depositrão, no Jovens Repórteres para o Ambiente, BioDiversity4All , entre muitos outros. No último dia do evento, dia 24 de janeiro, está agendada a visita a diferentes espaços de interesse na cidade de Leiria.

I DO BELIEVE!... #COP21Irá ter lugar em Paris, entre os próximos dias 30 de novembro e 11 de dezembro, a Conferência das Nações Unidas para as Alterações Climáticas (COP21).

As alterações climáticas apresentam-se como a maior ameaça ambiental do século XXI, com implicações significativas tanto a nível económico, social e, naturalmente, ambiental, razão pela qual as consequências serão (e são!) sentidas de forma transversal pelo cidadão comum, empresas, governos, economia e pelos ecossistemas.

Se é verdade que as alterações climáticas sempre se têm verificado ao longo da existência do planeta Terra, também é verdade que nos últimos anos, nomeadamente desde a revolução industrial, o ritmo dessas mudanças tem ocorrido de forma mais célere e perspetiva-se que tome proporções alarmantes (mais!) se não forem tomadas medidas.

Fenómenos como as ondas de calor (e secas), vagas de frio e catástrofes “naturais” são  cada vez mais frequentes, e as consequentes daí decorrentes são, de facto, uma ameaça real para as economias mundiais e para a humanidade.

No centro destas questão estão os designados gases de efeito estufa, cujas emissões, principalmente de origem antropogenética, têm sido objeto de um aumento significativo. O dióxido de carbono (CO2) é o principal gás associado ao aumento do efeito estufa, e são consequência direta do uso/queima de combustíveis fósseis.

Atendendo à proximidade da COP21 e à premência de se garantir um acordo entre as partes, para que assim se consiga reverter a atual situação ambiental, surge a atividade “I DO BELIEVE!… #COP21” (“EU ACREDITO!… #COP21”) onde, durante os Global Action Days e até à véspera da Conferência, faremos notar o nosso apoio aos líderes mundiais para que, de facto, esse almejado acordo seja firmado. E tu, ACREDITAS?…

#COP21 #Paris2015 #ActOnClimate #GlobalActionDaysPortugal

No passado dia 18 de setembro, e associado à Semana Europeia da Mobilidade, a Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL) aderiu à iniciativa “Bike to Work” (ver De Bicicleta para o Trabalho – Bike to Work). Este ano, a adesão da ESTeSL fez-se notar pela participação de seis elementos da comunidade académica, nomeadamente pelos professores Susana Branco e Nuno Machado da área científica de Física, professor Vítor Manteigas da área científica de Saúde Ambiental e um dos coordenadores do Programa Eco-Escolas na ESTeSL, professor Sérgio Figueiredo da área científica de Medicina Nuclear, Dra. Bela Vilares do Gabinete de Comunicação e pela estudante de doutoramento da Universidade Federal do Rio Grande (FURG) Tânia Becker-Algeri que se encontra entre nós a desenvolver parte do seu projeto de investigação, e que dando o exemplo, se deslocaram de bicicleta até à ESTeSL.

Fomos de bicicleta para o trabalho... e precisamos dos vossos VOTOS!

Depois da participação da ESTeSL nesta iniciativa promovida pela Lisboa E-Nova, foi submetida uma fotografia representativa da adesão ao “Bike to Work” e que se encontra a participar no passatempo para a seleção da fotografia mais votada de entre as instituições que promoveram a utilização de bicicleta no passado dia 18 de setembro.

As votações para o passatempo “Bike To Work” decorrerão de hoje até 6 outubro às 11h30m. A entidade que obtiver mais “VOTOS” na sua imagem, em cada um dos quatro Escalões, será a premiada. A ESTeSL participa no “Escalão D – Estabelecimentos de Ensino – Prémio Movicidade” e  todos os votos contam, podendo-se repetir a votação em cada um dos dias.

Nós já votámos e vocês… já votaram?

A Eco-Escola ESTeSL deseja a todos os seus amigos um bom ano letivo 2013-2014

A Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL) oferece 12 cursos de licenciatura na área das Tecnologias da Saúde (Análises Clínicas e Saúde Pública, Anatomia Patológica, Citológica e Tanatológica, Cardiopneumologia, Dietética e Nutrição, Farmácia, Fisioterapia, Medicina Nuclear, Ortoprotesia, Ortóptica, Radiologia, Radioterapia e Saúde Ambiental) que têm sido objeto de interesse por muitos dos candidatos ao ensino superior.

Na madrugada de ontem, dia 8 de setembro, foram tornadas públicas as listas dos colocados no ensino superior, referentes à primeira fase do concurso de 2013. Muitos terão sido os candidatos que garantiram desde já o acesso ao ensino superior e outros ainda terão que aguardar pelas segunda e terceira fases para ver concretizado um sonho pessoal na expectativa de lhes garantir um futuro promissor.

Das vagas a concurso na ESTeSL, poucas foram as que terão ficado por preencher e é já hoje que as inscrições e matrículas vão dar vida e animação à nossa escola… uma das poucas instituições de ensino superior reconhecida como eco-escola.

A toda a comunidade académica, com especial relevância para os estudantes que integram pela primeira vez a família da Eco-Escola ESTeSL, damos as boas-vindas e desejamos um excelente ano letivo 2013-2014.

Ontem, dia 8 de junho de 2013, foi mais um dia memorável para a Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL), com especial destaque para os estudantes finalistas dos doze cursos de licenciatura e para as suas famílias.

Teve lugar, na Praça da Saúde da ESTeSL, a bênção das pastas e a queima das fitas dos estudantes que almejam terminar, neste ano letivo de 2012/2013, os cursos de licenciatura em Análises Clínicas e Saúde Pública, Anatomia Patológica, Citológica e Tanatológica, Cardiopneumologia, Dietética e Nutrição, Farmácia, Fisioterapia, Medicina Nuclear, Ortoprotesia, Ortóptica, Radiologia, Radioterapia e Saúde Ambiental.

Eco-Bênção na Eco-Escola ESTeSL

Foram mais de 500 pessoas, entre estudantes e familiares, que marcaram presença na “Eco-Bênção” na Eco-Escola ESTeSL, que este ano se fez acompanhar de chuva ao longo de quase toda a cerimónia. Será caso para dizer, “cerimónia molhada, vida profissional abençoada”. Aos estudantes que entretanto nos irão deixar, desejamos muitas felicidades e que na senda daquele que tem sido o nosso percurso enquanto eco-escola, alcancem também eles muitos sucessos. A todos vocês, sem exceção, agradecemos toda a dedicação e empenho que tiveram para que a nossa (que será sempre vossa) escola viesse a ser reconhecida enquanto Eco-Escola. Afinal é fruto do trabalho de todos vós que somos Eco-Escola ESTeSL.

Muito obrigado e muitas felicidades!




Introduza o seu e-mail


Novembro 2017
S T Q Q S S D
« Out    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
Categorias
Parceiros