Archive for the ‘Educação Ambiental’ Category

Associado ao projeto Interreg Sudoe ClimACT, teve lugar nos passados dias 26 e 27 de janeiro, na Escuela Técnica Superior de Ingeniería de Sevilla, da Universidade de Sevilha, o segundo encontro de parceiros que contou com representantes do Instituto Superior Técnico (IST), do Instituto de Soldadura e Qualidade, da Edigreen, da Associação Bandeira Azul da Europa (Portugal), do Centro de Investigaciones Energéticas, Medioambientales y Tecnológicas, da Universidad de Sevilla (Espanha), da Université de la Rochelle, da Ville de la Rochelle (França) e da University of Gibraltar (Gibraltar).

Eco-Escola ESTeSL participa em reunião internacional do projeto Interreg Sudoe ClimACT

A equipa portuguesa, que saiu de Lisboa em carpool, integrou também elementos da comunidade académica da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL), nomeadamente o professor Vítor Manteigas, Coordenador Eco-Escolas/Coordenador Baixo Carbono da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL), que está a desenvolver o seu projeto de doutoramento no IST, associado ao projeto Interreg Sudoe ClimACT, assim como o estudante de Saúde Ambiental Carlos Pina que, no decurso do seu estágio em Saúde Ambiental do primeiro semestre (que teve lugar do Campus Tecnológico e Nuclear do IST), desenvolveu trabalho associado à metodologia a utilizar nas auditorias energéticas e ambientais às escolas piloto do projeto, para as dimensões “transportes”, “compras verdes” e “espaços verdes”, fazendo com que a Eco-Escola ESTeSL acabasse por estar representada no encontro.

Para mais informações, ver também ESTeSL na “luta” pela transição para uma economia de baixo carbono (ClimACT)Equipa portuguesa do projeto Interreg Sudoe ClimACT de visita à ESTeSL e A ESTeSL, o projeto ClimACT e as Eco-Escolas.

No âmbito da Exposição Clima Expo 360º, sobre as Alterações Climáticas, patente no Museu Nacional de História Natural e de Ciência  (MUHNAC) até 28 de fevereiro de 2017, vai ser exibido amanhã, dia 31 de janeiro às 17h30m na sala Vandelli, do MUHNAC, o documentário coproduzido e apresentado por Leonardo DiCaprio “Before the Flood“.

Before the Flood

Neste documentário, com a chancela da National Geographic, Leonardo DiCaprio viaja pelos cinco continentes e o Ártico testemunhando as alterações climáticas que estão a ocorrer no mundo e contribuindo para divulgar ações que podem ser feitas por todos para prevenir eventos climáticos catastróficos. Durante a jornada, DiCarpio fala com cientistas, líderes mundiais, ativistas mas também residentes locais.

Após a exibição do documentário haverá um debate com a participação de Catarina Albuquerque (ONU), Susana Fonseca (ZERO) e Carlos da Câmara(FCUL) e moderado por João Mourato (ICS Lisboa).

Foi nos passados dias 20, 21 e 22 de janeiro de 2017, no  Centro Cultural de Ílhavo, que teve lugar o Seminário Nacional Eco-Escolas 2017. Na edição deste ano a Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL) fez-se representar pelo professor Vítor Manteigas, Coordenador Baixo Carbono (no âmbito do projeto Interreg Sudoe ClimACT), coordenador do Programa Eco-Escolas na ESTeSL e docente da área científica de Saúde Ambiental, que se deslocou a Ílhavo em carpool, partilhando carro com colegas professoras da EB23 Mário de Sá Carneiro e da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

O Seminário decorreu da melhor forma e de acordo com o previsto no programa. Dos trabalhos constaram workshops, fóruns Eco-Escolas e painéis temáticos, sendo que em simultâneo teve lugar uma Eco-Mostra.

A ESTeSL e o projeto Interreg Sudoe ClimACT no Seminário Nacional Eco-Escolas 2017

Da participação da ESTeSL, destacamos a realização de uma reunião de trabalho no âmbito do projeto Interreg Sudoe ClimACT, que contou com a presença de alguns dos parceiros, nomeadamente a Associação Bandeira Azul da Europa, a Edigreen, o Instituto Superior Técnico e alguns dos municípios das escolas participantes, assim como dos Coordenadores Baixo Carbono de cinco das escolas portuguesas, uma das quais a ESTeSL. Para além disso, o professor Vítor Manteigas coordenou também um dos fóruns Eco-Escolas, com participantes de todos os níveis de ensino, onde se debateu a metodologia de implementação do Programa Eco-Escolas e, em grupo, se elaboraram Planos de Ação associados aos temas “Energia” e “Espaços Exteriores”.

E assim se resume (e muito!) aquela que foi a participação da ESTeSL no Seminário Nacional Eco-Escolas 2017. Para o próximo ano lá estaremos (seja onde for!) para contribuir da melhor forma que soubermos para o sucesso das Eco-Escolas portuguesas, em Portugal e no mundo.

Somos notícia no Notícias do Parque

O jornal “Notícias do Parque“, uma publicação bimestral que conta com uma tiragem de 13500 exemplares e que é cada vez mais uma referência jornalística para os residentes na zona leste da cidade de Lisboa e, em particular, para os residente na freguesia do Parque das Nações, fez notícia do trabalho que a Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL) tem vindo a fazer no âmbito do Programa Eco-Escolas e Jovens Repórteres para o Ambiente. A notícia que saiu no número 92 do “Notícia do Parque” dá ênfase à video-reportagem que estudantes do curso de licenciatura em Saúde Ambiental realizaram a propósito do Sistema de Recolha de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) do Parque das Nações, assim como à participação da ESTeSL no Dia das Bandeiras Verdes, em Aveiro, e no Seminário Jovens Repórteres para o Ambiente, em Santa Maria da Feira (ver também A ESTeSL no dia das Bandeiras Verdes 2016 e Jovens Repórteres ESTeSL marcam presença em Santa Maria da Feira).

A Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL), instituição de referência no ensino das tecnologias da saúde em Portugal, situada no Parque das Nações, tem vindo desde o ano letivo 2010/2011 a implementar o Programa Eco-Escolas e a participar, de forma recorrente, no Programa Jovens Repórteres para o Ambiente
O Eco-Escolas e o Jovens Repórteres para o Ambiente são programas internacionais da Foundation for Environmental Education (FEE), que em Portugal são geridos pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE). O Programa Eco-Escolas pretende encorajar ações e reconhecer o trabalho de qualidade desenvolvido pelas escolas, no âmbito da educação ambiental e educação para o desenvolvimento sustentável e o Jovens Repórteres para o Ambiente pretende contribuir para o treino do exercício de uma cidadania ativa e participativa, enfatizando a vertente do jornalismo ambiental e inicia-se com um projeto local, em que os jovens investigam, reportam e comunicam recorrendo aos jornais, internet e outros meios de comunicação.

Em setembro, em Aveiro, a ESTeSL recebeu a sua sexta Bandeira Verde (galardão Eco-Escolas) e agora, associado ao Programa Jovens Repórteres para o Ambiente, os estudantes do curso de licenciatura em Saúde Ambiental, Dinah Albuquerque, Felícia da Silva e Hugo Silva, que realizaram uma vídeo-reportagem sobre o Sistema de Recolha de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) do Parque das Nações, sistema único em Portugal, foram convidados a participar no Seminário Nacional Jovens Repórteres para o Ambiente 2016, que terá [teve] lugar nos dias 18 e 19 de novembro, em Santa Maria da Feira, para ali apresentar o trabalho e receber o prémio referente ao 1.º lugar no concurso nacional (categoria de vídeo-reportagem).

O Sistema de Recolha de RSU do Parque das Nações apresenta inúmeras vantagens associadas à sua utilização. Contudo, essas vantagens implicam o cumprimento de uma série de regras por parte dos respetivos utilizadores, residentes nesta zona da cidade de Lisboa. Os horários de deposição, o tipo de resíduos a depositar e as condições em que essa deposição é feita, são fatores relevantes para o cumprimento dos desígnios associados ao sistema: proteção ambiental e garante da saúde pública, e que importa conhecer.

A missão de um Jovem Repórter para o Ambiente é a de observar, inquirir, analisar e reportar o que o envolve, tendo como principal preocupação a abordagem das questões relativas ao desenvolvimento sustentável. A realização de missões que implicam a estadia de alguns dias em “trabalho de campo”, é uma das atividades que compõem o Programa Jovens Repórteres para o Ambiente.

Missões JRA Góis e Jardim Zoológico

Está a decorrer até ao próximo dia 31 de janeiro a candidatura às Missões JRA – Jovens Repórteres para o Ambiente – Missão Internacional JRA Góis 2017 (Férias da Páscoa) e Missão JRA Conservação “Ex Situ” Jardim Zoológico

Cada escola poderá candidatar até dois estudantes sendo as candidaturas válidas para qualquer uma das missões. A participação nas missões é gratuita e constitui um prémio e incentivo às escolas e aos jovens mais motivados e participativos.

A Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL) pode enviar até duas candidaturas, sendo que os interessados (até aos 21 anos) devem fazer-nos chegar essa vontade o mais breve possível, com os seguintes documentos: (i) uma carta de motivação; e (ii) um artigo/reportagem de sua autoria.

A missão em Góis tem como objetivo investigar aspetos relacionados com a sustentabilidade ambiental, económica e sócio-cultural de um dado território e na missão do Jardim Zoológico”, o passa por conhecer a importância dos Jardins Zoológicos nas preservação da biodiversidade e investigar sobre a conservação “ex situ”.

Chamamos a atenção que as candidaturas à Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) devem ser feitas até ao dia 31 de janeiro, razão pela qual é imperioso que nos façam chegar os documentos solicitados em tempo útil para que posteriormente possamos submeter as candidaturas até à data definida.

A ABAE assegurará a dormida (alojamento na Pousada de Juventude) e as refeições nos dias relativos às atividades.

Não percam esta oportunidade!!… Contactem a coordenação do Programa Eco-Escolas na ESTeSL.

Depois de já termos feito alusão à Semana Europeia da Prevenção de Resíduos (ver REPack. Projeto da ESTeSL para a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos), podemos adiantar-vos que tudo terá culminado ontem, sexta-feira, dia 25 de novembro.

Aproveitando a ocasião em que, um pouco por todo o mundo, se apelava ao consumo desmesurado – note-se que estamos a falar da Sexta-Feira Negra (Black Friday), estudantes do curso de licenciatura em Saúde Ambiental, responsáveis pelo projeto REPack, dinamizaram uma ação de sensibilização para a redução de resíduos de embalagens, promovendo aquilo a que chamaram Flashmob “STOP Packaging Waste”, acompanhado pela distribuição de marcadores de livros com a mensagem «”Recicle” o seu comportamento. Reduza os resíduos de embalagens.» em diferentes idiomas (português, inglês, alemão, francês e italiano).

Flashmob #STOPPackagingWasteHoje, com “alguma” irreverência, a equipa do projeto #REPack mexeu-se com ritmo e deixou o desafio… #UseLessPackaging #STOPPackagingWaste #EWWR2016 #ClimACT #ESTeSL #SaúdeAmbiental #Flashmob

Publicado por REPack em Sexta-feira, 25 de Novembro de 2016

Decorre entre os dias 19 e 27 de novembro de 2016 (semana em curso), a 8.ª edição da Semana Europeia da Prevenção de Resíduos | European Week for Waste Reduction. Durante esta semana, e por toda a Europa, haverão iniciativas (como conferências, exposições, trabalhos artísticos, ações de rua, feiras e apresentações) para alertar os consumidores, trabalhadores, estudantes e outros grupos, de todas as faixas etárias, para a necessidade de reduzir a produção de resíduos e aumentar a consciência ambiental. As ações deste ano estão, naturalmente, subordinadas aos temas Reduzir, Reutilizar, Reciclar, para além do tema específico do ano: Reduzir as Embalagens!
A Valorsul, enquanto organizadora desta iniciativa na área geográfica onde a Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL) se localiza, desafiou-nos a, mais uma vez, apresentar propostas de iniciativas sobre os temas enunciados. Considerando que a ESTeSL é uma Eco-Escola desde o ano letivo 2010-2011 e que desde esse ano tem aderido formalmente à Semana Europeia de Prevenção de Resíduos, o desafio foi aceite com a submissão do REPack.
REPack  é um projeto desenvolvido pelos estudantes do 2.º ano do curso de licenciatura em Saúde Ambiental da ESTeSL e que pode ser seguido durante a semana e posteriormente, na página criada especificamente para o efeito.

REPack

Considerando que a Organização das Nações Unidas declarou 2017 como o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento, os estudantes do curso de licenciatura em Saúde Ambiental da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL) propõe-se a desenvolver um projeto que passa pela sensibilização dos turistas em Lisboa para a necessidade de reduzir a produção de resíduos de uma forma geral, e de embalagens em particular, sem deixar de ter em conta a hierarquia de prioridades estabelecida pela política comunitária em matéria de gestão de resíduos, com enfoque, para além da redução, na reutilização e na reciclagem. O projeto REPack, que tem como mote a REdução, REutilização e REciclagem de resíduos de embalagens, contemplará o desenvolvimento de instrumentos de sensibilização, tais como: (i) página na internet para divulgação da campanha ; (ii) marcador de livros multilingue com mensagens alusivas à prevenção de resíduos; vídeo tutorial sobre boas práticas na compra de bens em supermercado (legendado em diferentes idiomas) e um flashmob a ter lugar em locais relevantes para os turistas.

We REPack… REduce, REuse and REcycle packaging!




Introduza o seu e-mail


Setembro 2017
S T Q Q S S D
« Jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Categorias
Parceiros