Archive for the ‘Alterações Climáticas’ Category

A partir de abril, até ao fim do ano letivo, e associado aos Global Action Days, toda a comunidade académica da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL-IPL) é desafiada a usar as escadas em vez do elevador. Esta é uma forma de promover hábitos saudáveis, como o exercício físico, e ajudar a escola a dar continuidade ao seu trabalho, rumo a uma economia de baixo carbono.

Faça a melhor escolha, vá pelas escadas!

Tendo por base a campanha da Direção-Geral da Saúde, “Faça a melhor escolha, vá pelas Escadas”, e fazendo uso dos respetivos materiais de comunicação que foram colocados junto aos elevadores, em todos os pisos da ESTeSL-IPL, e nas portas de acesso às escadas de serviço, toda a comunidade académica da escola é “convidada” a fazer uso das escadas, em detrimento do elevador.

Campanha “Faça a melhor escolha, vá pelas Escadas”

Portugal tal como outros países Europeus tem vindo a dar cada vez mais importância a atividades que melhorarem a condição física e promovam a saúde da sua população.

Através desta campanha visa-se promover uma interação próxima com a população com o objetivo do reconhecimento das vantagens da adoção de comportamentos fisicamente ativos, em concreto, incentivar a população para a utilização de escadas ao invés de meios mecânicos.

O objetivo geral é a sensibilização das pessoas para os benefícios para a saúde da utilização de escadas em detrimento dos meios mecânicos.

Aderir a esta campanha será benéfico para a sua saúde e para a grande maioria da população. No entanto, antes de decidir utilizar as escadas em vez dos meios mecânicos (elevador, escada, rampa ou tapete rolante) conheça os benefícios e as situações que podem contraindicar essa prática.

As celebrações do trigésimo sétimo aniversário da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL) terminaram na passada sexta-feira com o evento “Encontros com a Ciência na ESTeSL”, promovido pelo Conselho Técnico-Científico da ESTeSL, onde foi apresentado o projeto “ClimACT – Acting for the transition to a low carbon economy in schools”.

O projeto ClimACT no Encontros com a Ciência na ESTeSL

A apresentação ficou a cargo de Marta Almeida, do Instituto Superior Técnico (IST), coordenadora do projeto, e por  João Pombo e Filipe Silva, do Instituto de Soldadura e Qualidade (ISQ), membro do consórcio responsável pela implementação do projeto no sudoeste europeu e do qual a ESTeSL é uma das escolas piloto.

Para além da metodologia subjacente à implementação do ClimACT, foram ainda apresentados alguns dos dados decorrentes da auditoria energética e ambiental realizada na ESTeSL, assim como as tendências dos serviços de energia em edifícios e um caso de estudo de um projeto de eficiência energética, envolvendo empresas de serviços de energia e o próprio ISQ.

Posteriormente, foi também apresentado por Alice D’Onofrio, do IST, o projeto “MEDICIS – Produced radioisotope beams for medicine“.

A Hora do Planeta está quase a chegar e mais uma vez a Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL-IPL) não irá ficar indiferente!

Hora do Planeta 2018

Hora do Planeta é a maior iniciativa à escala mundial de luta contra as alterações climáticas, que pretende envolver Cidadãos Comuns, Governos, Organizações e Empresas numa ação conjunta para sensibilizar os menos atentos para os efeitos do aquecimento global. Contudo, importa garantir que cada um de nós, individualmente, assume também um papel relevante e atue!

Hora do Planeta 2018, o momento em que as luzes se apagarão durante 60 minutos num ato simbólico de preocupação ambiental, que começa na Austrália e irá percorrer todo o planeta, terá lugar no dia 24 de março, entre as 20h30m e as 21h30m, e o desafio este ano vai para além da simples adesão institucional.

Dia 24 de março, temos encontro marcado na ESTeSL, logo a partir das 20 horas. Venham, tragam uma vela, um amigo e calçado confortável para que possam celebrar a HORA connosco, ao RITMO DO PLANETA!

Irá ter lugar no próximo dia 23 de março, a partir das 14 horas, no Anfiteatro da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL-IPL), mais um evento associado ao Ciclo de Conferências “Encontros com a Ciência na ESTeSL”, onde será apresentado o projeto ClimACT – Acting for the transition to a low carbon economy in schools.

O projeto ClimACT no "Encontros com a Ciência na ESTeSL"

A apresentação do projeto estará a cargo de Marta Almeida, investigadora do Instituto Superior Técnico (IST) e coordenadora do ClimACT, que nos últimos anos tem dedicado a sua investigação ao desenvolvimento de ferramentas para a melhoria da qualidade do ar e para o apoio à transição para uma Economia de Baixo Carbono, sendo atualmente também coordenadora do projeto LIFE Index-Air. Contaremos ainda com a participação de João Pombo, responsável pelo Departamento de Energia no Instituto de Soldadura e Qualidade (ISQ), cuja atividade é focada na prestação de serviços de eficiência energética, gestão de energia e integração de energias renováveis na indústria, edifícios e transportes e na colaboração no desenvolvimento de projetos de Investigação e Desenvolvimento a nível nacional e internacional e onde, naturalmente, se enquadra o projeto ClimACT.

Posteriormente, será também apresentado o projeto MEDICIS.

Associado ao Programa Eco-Escolas e ao projeto Interreg Sudoe ClimACT, a Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL-IPL) vivenciou alguns dias particularmente intensos no decurso da semana passada.

A Eco-Escola ESTeSL, entre Madrid e Lisboa…

Foi no dia 9 de janeiro que o professor Vítor Manteigas (Coordenador Eco-Escolas e Coordenador Baixo Carbono) rumou até Madrid, em carpool, com colaboradores do Instituto de Soldadura e Qualidade (ISQ), membros da equipa técnica do projeto ClimACT, para participar no 4th Meeting of the Steering Commitee daquele projeto.

O encontro, que teve lugar no Centro de Investigaciones Energéticas, Medioambientales y Tecnológicas (CIEMAT), nos dias 10 e 11 de janeiro, contou com a participação de todas as entidades europeias que integram o consórcio, nomeadamente: o Instituto Superior Técnico, o ISQ, a Edigreen, a Associação Bandeira Azul da Europa, o CIEMAT, a Universidad de Sevilla, a Université de la Rochelle, a Ville de la Rochelle e a University of Gibraltar. Participaram ainda, tal como a ESTeSL, algumas escolas-piloto de Espanha, França e Gibraltar.

Já em Portugal, no dia 12 de janeiro, as atividades começaram bem cedo com a preparação, em colaboração com os engenheiros Filipe Silva e Ricardo Leandro do ISQ, daquela que foi a reunião permanente do Conselho Eco-Escolas/Comissão Baixo Carbono, que teve lugar ao início da tarde. A reunião, sendo permanente, contou com a participação exclusiva de representantes da comunidade académica, dentre os quais destacamos os estudantes de Farmácia, Fisioterapia, Imagem Médica e Radioterapia e Saúde Ambiental.

Logo após a reunião, e integrado na celebração dos 37 anos da ESTeSL, foi hasteada a Bandeira Verde, galardão Eco-Escolas atribuído como reconhecimento do trabalho de mérito desenvolvido pela ESTeSL no ano letivo 2016/2017 em prol de uma educação ambiental para a sustentabilidade. Este momento simbólico, mas solene, ficou a cargo dos estudantes Luísa Rios e Pedro Martins, membros do Conselho Eco-Escolas/Comissão Baixo Carbono.

Por esta ocasião, e com a presença de muitos membros da comunidade académica (estudantes, docentes e não docentes), foi reconhecido o apoio que tem vindo a ser dado pela Presidência da ESTeSL, assim como a relevância de todos para o sucesso das várias iniciativas/atividades que já se concretizaram e daquelas que se avizinham.

Ontem, dia 26 de outubro, no Grande Auditório da Culturgest, teve lugar a apresentação do filme “An Inconveniente Sequel: Truth of Power” de Al Gore, Nobel da Paz, e a Eco-Escola ESTeSL esteve lá!

Para quem já viu “Uma Verdade Inconveniente“, esta é uma sequela a não perder e que certamente, muito em breve, teremos oportunidade de mostrar, numa sessão aberta para toda a comunidade académica da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL-IPL).

Se é verdade que o filme é muito centrado na figura de Al Gore e do pretenso papel que este terá tido para o desfecho da COP21 em Paris (ver COP21 ou a Conferência das Nações Unidas para as Alterações Climáticas e I DO BELIEVE!… #COP21), uma coisa é inegável: nesta sequela vêm-se confirmados alguns dos cenários já previstos há dez anos atrás e o reconhecimento de que estamos, de facto, a vivenciar o fenómeno das alterações climáticas. Este é, aliás, um fenómeno que urge combater…

Seja inconveniente e convença a sua universidade a mudar para energia 100% renovável

Apesar de haver ainda quem não reconheça a mais-valia do Programa Eco-Escolas porque, aparentemente, não representa proveitos diretos para as organizações (entenda-se escolas), a verdade é que os benefícios indiretos tendem a ser relevantes, porquanto, e a título meramente ilustrativo, são as escolas (desde o ensino básico ao ensino superior) que estão a formar os futuros “Al Gores”, os futuros “Donalds Trumpes”, os futuros “Justines Trudeaux” e os futuros “Joões Fernandes” (deduzimos saberem a quem nos referimos), razão pela qual, só por si, justifica estarmos a implementar o Programa Eco-Escolas e o projeto Interreg Sudoe ClimACT.

No fim desta “verdade inconveniente”, Al Gore deixa-nos o desafio para sermos inconvenientes e atribui-nos a tarefa de convencermos a nossa escola, a nossa universidade, a nossa empresa e a nossa cidade a mudarem para energias 100% renováveis, apostando claramente na mitigação e garantindo, dessa forma, uma redução substancial da emissão de gases com efeito de estufa.

Integrada na DOCLISBOA’17, e promovido pela ZERO — Associação Sistema Terrestre Sustentável e o The Climate Reality Project Portugal, irá ter lugar no próximo dia 26 de outubro, no Grande Auditório da Culturgest, a estreia em Lisboa do filme An Inconveniente Sequel: Truth of Power (Uma Sequela Inconveniente: a Verdade ao Poder), de Al Gore.

An inconveniente Sequel: Truth of Power, de Al Gore

A sessão será precedida da intervenção em vídeo de Al Gore e contará ainda com a participação de Manuel Heitor, Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e de José Mendes, Secretário de Estado Adjunto e do Ambiente. Posteriormente, depois do visionamento do filme, haverá um pequeno debate com João Camargo (Climáximo), Júlia Seixas (Climate-KIC, CENSE, UNL), Sérgio Ribeiro (Climateers) e Sónia Balacó (actriz, activista ambiental), com moderação de Francisco Ferreira (ZERO)

Uma década após An Inconvenient Truth ter trazido as alterações climáticas para o cerne do imaginário popular, chega a continuação que mostra o quão próximo estamos de uma verdadeira revolução energética. Al Gore prossegue a sua luta incansável.

An Inconveniente Sequel: Truth of Power, um filme documentário realizado por Bonni Cohen e Jon Shenk que acompanha a jornada épica do ex-Vice-Presidente dos EUA e Prémio Nobel da Paz na sua missão planetária de enfrentar o problema e persuadir os líderes mundiais a investir em energias renováveis, esforços que culminaram na assinatura do histórico Acordo de Paris em 12 de dezembro de 2015.




Introduza o seu e-mail


Maio 2018
S T Q Q S S D
« Abr    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias
Parceiros